Bandeira


A bandeira da cidade de Marabá é composta pelo encontro de duas faixas amarelas na diagonal que formam um "y" e uma estrela prateada no encontro das faixas.

O Verde simboliza a mata, a força que vem da floresta amazônica, fonte de grande riqueza nos primórdios da cidade. O Amarelo simboliza os rios, fonte de riqueza e prosperidade da cidade, pois foi em função dos rios, Tocantins e Itacaiúnas, que a cidade surgiu. A estrela Prateada simboliza a cidade margeada pelos dois rios. As cores Verde e Amarelo foram escolhidas em Homenagem á bandeira do Brasil.

Foi instituída em 27 de Outubro de 1923 na cerimônia de entrega do título de Município.
 



 Brasão


O símbolo é formado por um escudo constituido em um campo verde-esmeralda, cruzado na diagonal por uma faixa amarela que se bifurca na parte inferior do campo e a direita representando os rios Tocantins e Itacaiúnas. Dividindo o campo na vertical está o perfil da Bertholletia Excelsa -o castanheiro do Pará- por muito tempo um suporte econômico do município e do estado. A figura está circundada por cinco estrelas de Prata dispostas na forma de Constelação do Cruzeiro do Sul, que faz parte do conjunto das armas nacionais sendo que a quinta estrela, proxima è Beta, da constelação, encontra-se exatamente na bifurcação da faixa e aí simboliza a cidade de Marabá situada na confluência do rios representados pela faixa. O escudo repousa em ornamento em ouro, encimado por uma torre com ameias, figurando sobre uma coroa de ramos frutificados, sendo, a da direita um ramo de Bertholletia Excelsa e o da esquerda um ramo de Castilloa Elástica, cuja exploração deu origem ao município de Marabá, ambos na cor própria e atados sobre o escudo. As cores e o desenho do fundo do escudo foram escolhidas em consonância com as cores da bandeira da cidade.

A divisa FAVANTE DEO AD ASTRA VEHIMVR quer dizer: Com a ajuda de Deus aos astros chegaremos, e valoriza a independência das ações desenvolvidas pela cidade, seu papel de destaque no estado e no país e o grande dinamismo característico da cidade. À direita inscrever-se-á a data de 5 de abril de 1913, referente a criação do minicípio por lei estadual.

Criado em 1973, durante o governo municipal de Pedro Marinho de Oliveira, com o desenho de Augusto Morbach.